prémios mies van der rohe
-
Júri, na conclusão dos trabalhos, 17 de Agosto 2018
Faculdade de Arquitectura UCL, Tournai, Bélgica – Aires Mateus
© Tim van de Velde
Hotel rural Casa do Rio – Francisco Vieira de Campos
© José Campos
Terminal de Cruzeiros de Lisboa – João Luís Carrilho da Graça
© FG + SG | fotografia de arquitectura
Jardim Botânico do Porto: Reabilitação da Casa Andresen e da Casa Salabert e das Estufas de Franz Koepp – Nuno Valentim, Frederico Eça e Margarida Carvalho
© Nuno Valentim, Arquitectura e Reabilitação, Lda
Promise – Casa do Caseiro – Camilo Rebelo, Cristina Chicau e Patrício Guedes
© Camilo Rebelo + Cristina Chicau + Patrício Guedes
Pavilhão temporário Jardim de Serralves – Diogo Aguiar
© Francisco Nogueira
5 + 1 Nomeações da Ordem dos Arquitectos ao Mies van der Rohe Award 19
23.08.2018
O Júri concluiu a apreciação das propostas candidatas a integrar as 5 nomeações que a Ordem dos Arquitectos foi convidada a apresentar para a edição 2019 do Prémio.

As obras seleccionadas pretendem representar a produção arquitectónica em Portugal no biénio 2017-2018, contemplando diversas tipologias e enquadramento territorial, apreciadas de acordo com os critérios definidos para o Prémio.

As cinco obras vão agora integrar o conjunto de nomeadas pelas diversas organizações profissionais, peritos e instituições dos países europeus que será avaliado pelo Júri com vista à constituição de uma lista de finalistas que serão obrigatoriamente visitadas e à atribuição do Prémio, que não pode ficar vago.

O Júri, cuja composição nominal não foi ainda anunciada, será secretariado por Anna Ramos, Directora da Fundación Mies van der Rohe (Barcelona).

O Mies van der Rohe Award tem distinguido diversos arquitectos no espaço europeu tendo, na sua primeira edição (1988), sido atribuído Álvaro Siza pelo projecto do Banco Borges & Irmão, em Vila do Conde.


A selecção OA
De entre as 31 propostas presentes ao Júri, aos autores das quais a Ordem agradece a participação, foram submetidas as nomeações das seguintes obras, aos autores das quais a Ordem apresenta as suas felicitações
. A ordem de apresentação dos trabalhos segue, exclusivamente, a sua ordem-data de recepção:

Faculdade de Arquitectura UCL, Tournai, Bélgica – Aires Mateus;
Hotel rural Casa do Rio – Francisco Vieira de Campos;
Terminal de Cruzeiros de Lisboa – João Luís Carrilho da Graça;
Jardim Botânico do Porto: Reabilitação da Casa Andresen e da Casa Salabert e das Estufas de Franz Koepp – Nuno Valentim, Frederico Eça e Margarida Carvalho;
Promise – Casa do Caseiro – Camilo Rebelo, Cristina Chicau e Patrício Guedes.

O Júri de selecção OA entendeu ainda recomendar, na categoria "Arquitecto Emergente", o trabalho efémero Pavilhão temporário Jardim de Serralves de Diogo Aguiar.


A acta do Júri pode ser descarregada em pdf.



Documentos

Subscrever E-Newsletter



 

TSF

JA

mais

 

OA
OASRN OASRS HABITAR PORTUGAL IAP20 OAPIX CONHECER 1(-)1 CONGRESSO DOS ARQUITECTOS PORTAL DOS ARQUITECTOS
CAE CIALP DoCoMoMo FEPA UIA