concursos internacionais
-
CONCURSO EUROPAN 13: contagem decrescente
08.05.2015
A cerca de 1 mês e meio do prazo de entrega das propostas, o balanço de inscrições nos 3 sítios nacionais mostra que há um significativo aumento de inscrições de equipas estrangeiras, tendência que se vem acentuando. Assim, a Europan Portugal estimula os jovens arquitectos portugueses a participarem nesta que é uma oportunidade única. Programas sobre cidades portuguesas que temos a vantagem de conhecer melhor, avaliação sobre critérios de qualidade, encomenda de serviços com comprometimento das Câmaras Municipais respectivas (Barreiro, Odemira, Santo Tirso)… tudo isto ao seu dispor na rede Europan. De que está à espera para participar, com ideias inovadoras?
Os sítios portugueses têm para já um total de cerca de 90 inscritos, mas a inscrição ainda é possível até ao dia 30 de Junho de 2015.



Com o Tema “The Adaptable City 2: Self-Organization – Sharing – Project (Process)”, a 13ª edição do concurso conta com 3 sítios portugueses que poderá conhecer desde já em www.europanportugal.pt.

Em www.europan-europe.eu, pode visualizar o ficheiro sintético sobre cada sítio a concurso nos 15 países participantes, o texto do tema, a constituição do júri em cada país e o regulamento e calendário do concurso, entre outros.

Os sítios portugueses estão integrados nos seguintes subtemas:


BARREIRO
Como Integrar Sítios “Vagos” no Desenvolvimento Urbano?
A mudança ou adiamento de decisões traduz-se em incertezas, espaços “vagos” novos, potenciais na paisagem urbana: complexos habitacionais inteiros esperando novos utilizadores, antigos espaços militares, áreas verdes não cultivadas… Estes espaços são por vezes difíceis de integrar no desenvolvimento urbano por serem demasiado grandes e necessitarem de uma adaptação total. Onde deveremos então procurar elementos que preencham estes espaços ou que os permita ligar a áreas urbanas consolidadas que nos levem a considerá-los como valor? Como poderemos conferir-lhes sentido e integrá-los em novas formas de fazer cidade?


AZENHA DO MAR / ODEMIRA
Como Criar Dinâmicas Positivas a partir de uma Situação Difícil?

Muitos sítios têm que enfrentar situações urbanas difíceis, decorrentes de problemas de diferentes tipos: económicos, ambientais e urbanos, ou ainda de isolamento ou falta de valores próprios. Confrontados com estas dificuldades, os sítios podem constituir, no entanto, terreno favorável para novas dinâmicas, que podem basear-se em cenários de partilha de recursos e regeneração, das ferramentas arquitectónicas e urbanas.


SANTO TIRSO
Como Usar Novos Inputs para Mudar o Espaço Urbano?

Como beneficiar de novos inputs para transformar o espaço urbano e dispersar as dinâmicas positivas emergentes por áreas adjacentes, para criar novas urbanidades? Como gerir potenciais tensões entre actividades locais e translocais? Estes inputs podem estar relacionados quer com novas ligações de redes de transportes públicos quer com novas actividades ou desenvolvimentos programáticos. A escala destas dinâmicas urbanas emergentes varia desde o aglomerado urbano até ao mundo inteiro.


Inscrições e entrega até 30 de Junho de 2015


Subscrever E-Newsletter



 

TSF

JA

mais

 

OA
OASRN OASRS HABITAR PORTUGAL IAP20 OAPIX CONHECER 1(-)1 CONGRESSO DOS ARQUITECTOS PORTAL DOS ARQUITECTOS
CAE CIALP DoCoMoMo FEPA UIA