concursos nacionais
-
Guimarães 2012 estimula intervenções urbanas temporárias
10.10.2011
Reactivando abordagens da Performance Art, iniciativa visa desvendar o novo papel de artistas, arquitectos e designers no contexto urbano actual

Até ao final do ano, o concurso internacional de ideias "Performance Architecture" desafia artistas a idealizar e projectar conceitos e estruturas que favoreçam a apropriação de espaços controversos por parte dos habitantes da cidade. Os cinco melhores trabalhos são, posteriormente, construídos e vividos no espaço público de Guimarães.

Reactivando abordagens da Performance Art, o concurso “Performance Architecture” pretende fomentar práticas arquitectónicas e urbanas temporárias alternativas à construção de monumentos e estruturas. A iniciativa, com curadoria de Pedro Gadanho, é promovida pela área de programação “Arte e Arquitectura” de Guimarães 2012 Capital Europeia da Cultura.

O concurso – dirigido a equipas multidisciplinares – não vai premiar exclusivamente os autores das cinco melhores estruturas arquitectónicas. Os restantes projectos a concurso, até um máximo de 30 propostas, vão integrar um catálogo e uma pequena retrospectiva a albergar numa das cinco construções seleccionadas.

O arquitecto Santiago Cirugeda (Espanha), Didier Fiuza Faustino (França), a par do gabinete de arquitectura Raumlabor (Alemanha), Office for Subversive Architecture (Alemanha) e A77 (Argentina), são os membros que compõem o júri da prova. A inscrição é gratuita e deve ser feita através do preenchimento e envio da ficha constante no site www.performancearchitecture.guimaraes2012.pt.

OA
OASRN OASRS HABITAR PORTUGAL IAP20 OAPIX 1(-)1 CONGRESSO DOS ARQUITECTOS PORTAL DOS ARQUITECTOS
CAE CIALP DoCoMoMo FEPA UIA