concursos nacionais
-
Construction with Clothes
Bodyphonic
AgriCultural Mountain
Unidade
Fountain Hacks
Concurso Performance Architecture | Resultados
08.03.2012
Estão escolhidas as propostas vencedoras do concurso Performance Architecture, criado no âmbito da área de programação Arte e Arquitectura de Guimarães 2012 Capital Europeia da Cultura. Piscinas nas fontes da cidade, uma máquina dedicada à elaboração de bancos de cimento, uma torre de blocos de feno, guarda-sóis gigantes feitos com recurso a roupa em segunda mão e estruturas de andaime, onde o movimento é traduzido em sons, são as instalações que vão habitar o espaço público de Guimarães, entre 16 de Junho e 29 de Julho de 2012.

“Mountain Hacks”, “Unidade”, “AgriCultural Mountain”, “Construction with Clothes” e “Bodyphonic” são as designações de cada uma das estruturas vencedoras, projectadas por cinco equipas multidisciplinares compostas, ao todo, por 19 jovens artistas portugueses. O concurso de ideias Performance Architecture – comissariado por Pedro Gadanho, curador de arquitectura contemporânea do Museu de Arte Moderna de Nova Iorque – aposta na reactivação de abordagens de Performance Art para estimular a interacção com a comunidade local. Partindo desta premissa, os projectos eleitos recorrem a diversos tipos de materiais e constituem um conjunto de propostas incomuns, originais e inovadoras.

O júri integrou nomes como Santiago Cirugeda (Espanha), Didier Fiuza Faustino (França), Benjamin Foer, membro do gabinete de arquitectura alemão Raumlabor, Gustavo Diéguez e Lucas Gilardi, do grupo de arquitectos argentino A77 e do grupo londrino Office for Subversive Architecture. O enquadramento temporário dos projectos prende-se com o foco do concurso em práticas arquitectónicas e urbanas que substituem a construção de monumentos e outras estruturas perenes por instalações, acções, happenings e intervenções urbanas temporárias.
Relembre-se que em 2012 Guimarães é Capital Europeia da Cultura, acolhendo um grande encontro de criadores e criações — música, cinema, fotografia, artes plásticas, arquitectura, literatura, pensamento, teatro, dança e artes de rua. Vão cruzar-se os produtos artísticos imaginados e gerados pelos seus residentes com os que de toda a Europa afluirão à cidade. Ao longo de um ano, Guimarães será promotora da diversidade cultural que caracteriza a Europa, dando a conhecer as suas manifestações culturais e acolhendo as de outros países.

PROJECTOS VENCEDORES

Construction with Clothes

O grupo Dantiope – constituído por André Castro Vasconcelos, Nuno Monteiro Pereira, António Manuel Alves Ildefonso e Altino José dos Santos Monteiro - apresenta composições concebidas com roupas doadas pela população. Numa lógica de intervenção urbana este é um projecto vocacionado para a interacção com a comunidade, uma vez que esta se assume como uma fonte de matériaprima para a estrutura.
Com peças de roupa em segunda mão – calças e camisas –, cordas correntes e garrafas de plástico de meio litro, os Dantiope criaram instalações que se assemelham a pára-sóis para zonas públicas, que remetem para espaços de encontro na cidade. Destacam-se, na acção do grupo criativo, valores como a reutilização – recolha de roupa em segunda mão – e a solidariedade, uma vez que, tratando-se de uma estrutura temporária, no final as roupas utilizadas serão encaminhadas para caridade.

Bodyphonic

O Bodyphonic, projecto do grupo Dose – Luís Grilo, Carlos Foyedo, Edgar Brito, Guilherme Sepúlveda, Miguel Tavares, Frederico Martins – distingue-se pela intenção de efeito sonoro. Trata-se de uma construção com elementos que produzem som e integram uma instalação de objectos de grande dimensão numa estrutura de andaimes. Nas estruturas Bodyphonic cada componente do espaço foi pensada para a produção de ruído, que numa lógica coordenada se poderá chamar música.
A escadaria do Paço dos Duques de Bragança foi o local escolhido para a construção da estrutura. Acentuando o contraponto entre o monumento emblemático, perene e tradicional, com a estrutura moderna e efémera.

AgriCultural Mountain

O grupo IUT – Nuno Miguel Lima da Cruz, Bruno Martins Afonso Gomes e António da Silva Lopes – apostaram na simbiose entre o espaço rural e urbano com o projecto AgriCultural Mountain. Trata-se de uma construção à base de blocos de feno fora do centro urbano, na zona da Veiga de Creixomil. A iniciativa propõe que a actividade cultural se alargue ao espaço rural, geralmente alheio. Através da construção de um monumento efémero que imita uma montanha artificial, o IUT pretende agir como uma ponte para as regiões rurais geralmente distantes nos guias turísticos da cidade.

Unidade

O grupo Pedrita – Rita João, Pedro Ferreira, Ricardo Jacinto e João André Dias–apresentou a Unidade, uma máquina que permite produzir bancos de cimento para o espaço público. As peças são concebidas num 'mixer' de cimento, onde as pessoas podem estar sentadas em bancos com pedais de bicicleta que geram energia para fazer funcionar a máquina que faz a mistura.
A Unidade poderá estar disposta em diversos espaços públicos produzindo lugares sentados para fins diferentes, desde um concerto até a uma conversa entre vizinhos. A máquina será apresentada ao público em três acções distintas. Inicialmente será feita uma demonstração pública pela equipa de produção, de seguida serão elementos do público a experimentar e a aprender a utilizar a Unidade. Finalmente o aparelho será entregue ao espaço público, primeiramente sob a supervisão de elementos da produção.

Fountain Hacks

Numa lógica de hackers, o grupo Like – Diogo Aguiar, Teresa Otto e Ricardo Dourado – apodera-se das fontes e chafarizes da cidade de Guimarães com o projecto Fountain Hacks. Transformar fontes em piscinas ou até em esplanadas, são alguns dos planos do projecto Fountain Hacks.
Alargando o conceito de espaço público, os habitantes são convidados a tirar o máximo proveito dos monumentos da cidade, que envolvem fontes e água.
Fountain Hacks promove a utilização das fontes e repuxos de água além dos limites sociais, mais do que beleza o projecto promove a reinvenção de estruturas já existentes.

Subscrever E-Newsletter



 

TSF

JA

JA PDF

Newsletter JA

mais

 

VOLCALIS
OA
OASRN OASRS HABITAR PORTUGAL IAP20 OAPIX 1(-)1 CONGRESSO DOS ARQUITECTOS PORTAL DOS ARQUITECTOS
CAE CIALP DoCoMoMo FEPA UIA