outros prémios internacionais
Nelson Garrido
Plataforma das Artes eleita "best of the best"
19.04.2013
A Plataforma das Artes e da Criatividade, em Guimarães, arrecadou mais um prémio. Desta feita, o edifício foi reconhecido com o prémio Red Dot Award 2013 na categoria “best of the best”.

A obra foi projectada pelo atelier Pitágoras, um colectivo vimaranense coordenado pelos arquitectos Fernando Seara de Sá, Raúl Roque, Alexandre Coelho Lima e Manuel Roque.

O concurso recebeu mais de quatro mil candidaturas, de 50 países. O colectivo Pitágoras vai estar em Essen, na Alemanha, no próximo dia 1 de Julho, para receber o prémio, que não inclui qualquer valor monetário, mas sim “um certificado de qualidade”. Além disso, durante um mês, a obra vai estar exposta no museu Red Dot Design, também em Essen.

Ao P3, Alexandre Lima refere que “as encomendas, ao nível nacional, reduziram muito, ou melhor, quase que pararam”. E o facto de terem ganho o “DETAIL Prize”, em 2012, “não mudou a situação” e, por isso, não acredita “que vá ser diferente agora com a atribuição de um novo prémio”. No entanto, refere Alexandre Lima, “ter ganho o prémio foi muito importante, uma vez que estamos numa fase de internacionalização”.

Raúl Roque, um dos arquitectos do atelier Pitágoras, disse ao P3 que o projecto tem tido muita visibilidade no estrangeiro, muito mais do que em Portugal: “Nós somos um grupo de arquitectos de "província", não estamos nem em Lisboa nem no Porto, e por isso é muito difícil para nós conseguir alguma notoriedade a nível nacional”, comenta.

O atelier continua a trabalhar em Moçambique, onde têm um escritório, e no Gana. Agora, querem tentar a sorte no Qatar, no Brasil e na Colômbia. “Já fizemos alguns contactos nesses países e queremos explorar esses locais", adianta Alexandre Lima, "a ver se não temos de fechar a porta”.

A Plataforma das Artes e da Criatividade, inaugurada a 24 de Junho de 2012, está localizada no espaço do antigo Mercado Municipal de Guimarães e o edifício principal, o Centro Internacional das Artes José de Guimarães, entre outras valências, tem várias áreas de exposição e um auditório com capacidade para 200 pessoas.


Fonte:P3

Destacamos aqui o vídeo da Archmov sobre a Plataforma das Artes para que conheça melhor esta obra.



Subscrever E-Newsletter



 

TSF

JA

JA PDF

Newsletter JA

mais

 

VOLCALIS
OA
OASRN OASRS HABITAR PORTUGAL IAP20 OAPIX 1(-)1 CONGRESSO DOS ARQUITECTOS PORTAL DOS ARQUITECTOS
CAE CIALP DoCoMoMo FEPA UIA