outros prémios nacionais
-
Prémio Estágios em Portugal e no Mundo: os vencedores
31.05.2013
Dois estágios feitos em ateliers portugueses, pela arquitecta Ana Silva (atelier Siza Vieira) e por Joel Gomes (atelier Cristina Guedes e Francisco Vieira de Campos) e três feitos no estrangeiro pelos arquitectos Inês Trindade (Roterdão/Barcelona), João Azougado (Bruxelas) e João Bentes (Holanda), venceram o Prémio Estágios em Portugal e no Mundo.

O Prémio, lançado pelo Conselho Regional de Admissão do Sul (CRAS) em Fevereiro transacto, contabilizou 18 propostas candidatas, tendo o júri sido constituido pelo arquitecto Pedro Machado Costa, pela jornalista Filipa Melo e pela dupla de artistas Sara&André.

Os premiados são os seguintes:

- Crónicas de Bruxelas, de João Pelixo Azougado;
- Estágio, de Joel Almeida Gomes;
- Um estágio em Portugal, e no mundo, com Álvaro Siza, de Ana Simões da Silva;
- Um Estágio na Holanda, de João Bentes de Oliveira;
- Inês Silva, de Inês Fragolho da Silva.

O júri destacou, a propósito das Crónicas de Bruxelas de João Azougado, "a franqueza, a sensibilidade e o bom senso demonstrados pelo autor", tendo assinalado, quanto ao Estágio de Joel Gomes "a cuidada apresentação gráfica da proposta, numa evidente correlação com o trabalho desenvolvido no gabinete onde colaborou. Em certa medida o próprio texto confirma-a, a essa proximidade, fazendo adivinhar uma afinidade entre a cultura de projecto praticada no atelier e a própria sensibilidade" do autor.

Quanto ao Um Estágio em Portugal e no Mundo com Álvaro Siza, de Ana Simões da Silva, o júri considerou que "retracta de forma exemplarmente bela a experiência da autora. A forma emotiva usada para descrever o período em que estagiou revela não apenas uma enorme afetividade para com a arquitectura, como também evidentes recursos literários, cruzando descrições, diálogos e reflexões pessoais, num texto aprazível, comunicante e exemplarmente construído a partir de memórias dispersas, permitindo-nos acompanhá-la, à autora, por esse seu percurso de aprendizagem profissional e pessoal, indistintamente".

Referindo-se ao trabalho Um estágio na Holanda de João Bentes, o júri elogiou o "rigor que o autor se exige, construindo uma história densa, repleta de episódios – muitos deles felizes -, descrevendo de forma entusiasmada e entusiasmante a sua relação com a disciplina. O texto, livre, bem humorado e despretensioso, faz adivinhar uma especial propensão de Bentes para a prática arquitectónica; fazendo crer que a experiência pelo qual passou constituiu um passo muito importante para a sua formação como arquitecto. Mais do que isso: o texto revela emoção: a emoção no modo como o João se relaciona com o que faz".

Finalmente, a propósito da proposta de Inês Fragolho, o júri destacou o facto de se tratar de "um relato vivo e espontâneo, que integra tanto a descrição das vivências mais comezinhas ao longo do percurso de estágio como a descrição do contacto com a prática da arquitectura".

Uma exposição alusiva ao Prémio foi inaugurada a 30 de Maio na Galeria de Exposição da Ordem dos Arquitectos, onde ficará patente até 14 de Junho, podendo ser visitada todos os dias úteis, das 10h às 18h.

Tudo sobre o Prémio Estágios em Portugal e no Mundo aqui.




OA
OASRN OASRS HABITAR PORTUGAL IAP20 OAPIX 1(-)1 CONGRESSO DOS ARQUITECTOS PORTAL DOS ARQUITECTOS
CAE CIALP DoCoMoMo FEPA UIA