Torneiras CTESI

Prémio 2016

Convite

A Barros & Moreira e a Ordem dos Arquitectos convidam para o anúncio público dos resultados e entrega do Prémio Torneiras CTESI 2016 que terá lugar no dia 22 de Junho, 4ª feira pelas 18h00 no auditório da sede da Ordem dos Arquitectos em Lisboa.

rsff - 213 241 111 / carla.santos@ordemdosarquitectos.pt

Regulamento

1 Preâmbulo

B&M é um Grupo empresarial português que se dedica à concepção, desenvolvimento, produção e distribuição de artigos sanitários. A permanente avaliação das necessidades e tendências do mercado, o controlo e monitorização dos processos de produção e a exigência criteriosa para com a qualidade das soluções propostas dão ao grupo a flexibilidade necessária para se adaptar eficazmente num mercado global bastante competitivo.

Desde 1997, a organização tem vindo a crescer reunindo a experiência profissional de mais de 50 anos e o know-how dos seus fundadores com o dinamismo de uma equipa de colaboradores jovens e profissionais. Os exigentes critérios no serviço prestado e um estreito compromisso entre a qualidade e a competitividade das soluções que apresenta ao mercado permitiram que a empresa se desenvolvesse e se afirmasse internacionalmente. Fruto do crescimento e expansão, a empresa sentiu a necessidade de evoluir no seu campo de actuação, tendo para isso efectuado uma grande aposta na concepção, desenvolvimento e industrialização, realizando fortes investimentos de modo a assegurar o controlo sobre a produção, a garantia de qualidade e a logística em toda a cadeia de valor.

Actualmente, a B&M integra quatro unidades industriais e uma unidade comercial que estendem as suas actividades em diferentes áreas da indústria de sanitários com vista à oferta de uma ampla gama de soluções integradas de banho que disponibiliza através das suas marcas: CTESI, BELLIAN, BMK e BM.

Dentro do Grupo B&M são potenciadas diferentes valências, desde a produção de torneiras e acessórios metálicos à injecção de plásticos sanitários, passando pela produção de móveis e cabines de banho. Industrialmente, o grupo alia um longo know-how com tecnologia de vanguarda e uma equipa jovem devidamente qualificada. A empresa encontra-se sediada em Óbidos, onde se encontram as unidades de produção de torneiras e acessórios metálicos, de cabines de duche e banheiras de hidromassagem e ainda a unidade de produção de mobiliário de banho. Em Ílhavo encontra-se a fábrica de injecção termoplástica de artigos plásticos sanitários.

2 Objecto

2.1 O Grupo B&M pretende promover a criação de novas séries de torneiras misturadoras, de design contemporâneo e original para acrescentar ao seu já considerável portfolio de produção nacional muito vocacionado para competir nos mercados internacionais.

2.2 Deseja-se, assim, vir a encontrar, nesta primeira edição, em 2016, junto dos arquitectos (com inscrição activa na Ordem dos Arquitectos) e dos designers (que se encontrem habilitados a exercer a profissão), a proposta para uma série (conjunto completo de torneiras misturadoras, de banho, lavatório, bidé, banheira e duche), que possa surpreender pela inovação do design, não descurada a exequibilidade e economia de fabrico e produção.

2.3 A B&M não pretende colocar condicionantes à invenção agora posta a Prémio, para além daquelas que resultam, quer do bom senso de qualquer utilizador destes dispositivos quer da necessidade do corpo das torneiras dever compreender a inclusão de um "cartucho cerâmico", uma peça standard, apenas disponível em três tamanhos (Ø25mm, Ø35mm ou Ø40mm).

3 Participação

Poderão participar no Prémio Torneiras CTESI – 2016, todos os Arquitectos com inscrição efectiva ou temporária em vigor na Ordem dos Arquitectos, bem como todos os designers diplomados no ensino superior em Design (em Portugal ou no estrangeiro). Cada participante poderá apresentar mais do que uma proposta. Os interessados deverão consultar toda a informação disponível em www.arquitectos.pt/comhyphen/torneirasctesi2016

4 Impedimentos

Não poderão concorrer ao prémio, ou de colaborar, a qualquer título:

  • Os membros do Júri e eventuais consultores do mesmo;
  • Os funcionários da entidade promotora;
  • Os membros dos órgãos com competência para a nomeação de jurados;
  • O cônjuge, parente ou afim em linha directa ou até ao 2.º (segundo) grau da linha colateral dos anteriormente referidos.

5 Elementos e modo de entrega

5.1 Os elementos gráficos a apresentar para avaliação pelo Júri, constarão de visualizações 3D das quatro peças que constituirão a série completa de torneiras de banho, a saber: misturadora de lavatório, misturadora de bidé, misturadora de banheira e misturadora de duche.

5.2 Para cada uma das quatro misturadoras que compõem a série proposta, deverá ser criada uma página (A4, ao alto), contendo, no topo superior, a designação, PRÉMIO TORNEIRAS CTESI 2016, o nome atribuído pelo autor à série proposta (exemplo: SÉRIE Waterproof) seguido da designação da peça representada (LAVATÓRIO, BIDÉ, BANHEIRA, DUCHE), bem como de um código, para posterior identificação, que deverá ser composto por uma letra maiúscula e seis números colocados por ordem não sequencial (exemplo: A422769).
Exemplo final: (Prémio Torneiras CTESI - 2016_SÉRIE Waterproof _DUCHE_A422769)

5.3 Em cada uma das páginas, os autores devem colocar, as visualizações 3D (no mínimo duas), e ainda, eventuais textos, fotomontagens, esquissos ou outros elementos que entenderem melhor completar a ilustração da ideia que candidatam ao Prémio.

5.4 As quatro páginas serão reunidas num único pdf, ao qual será dado um nome, composto apenas pelo nome do prémio (TORNEIRAS CTESI - 2016), seguido pelo código do autor (exemplo: TORNEIRAS CTESI 2016_A422769). O pdf final, contendo as quatro páginas de cada conjunto/colecção deverá ser, posteriormente, gravado numa pen e colocado num subscrito, opaco, de formato A4.

Este sobrescrito deverá conter, no seu interior, para além da pen onde foram gravadas as quatro páginas de cada conjunto/colecção, devidamente identificadas com o código de autor, um outro, em formato A5, igualmente opaco, e lacrado, no exterior do qual constará apenas o código presente nos quatro pdf (exemplo: A422769).

Dentro deste sobrescrito A5, será incluída a identificação do Autor da proposta (ou do Coordenador de Projecto em caso de equipas), fotocópia simples do Bilhete de Identidade ou Cartão de Cidadão, acompanhada de Declaração, atestando a sua inscrição na Ordem dos Arquitectos, se arquitecto, ou as suas habilitações académicas, se designer, bem como de uma ficha, onde deverá constar o nome do Autor (ou do Coordenador de Projecto e de eventuais co-autores e colaboradores); do Autor ou Coordenador de Projecto, deverá constar, ainda, o telefone de contacto, o endereço electrónico e a morada postal. 1

O subscrito A5 contendo a identificação do concorrente, só poderá ser aberto pelo Júri, depois de este proceder à avaliação dos elementos constantes do subscrito A4, onde consta o trabalho.

6 Local de entrega

6.1 O subscrito A4 referido no ponto anterior deve ser enviado, sem indicação do remetente (ou com indicação de remetente, desde que não forneça qualquer indício sobre a identidade do concorrente), por correio registado, devendo ser enviada em correio postal registado (data limite do carimbo dos Correios: 3 de junho) em sobrescrito, opaco, de formato A4, sem remetente e com o seguinte endereço:

TORNEIRAS CTESI Prémio 2016
Ordem dos Arquitectos
Travessa do Carvalho, 23
1249-003 Lisboa

6.2 O concorrente é o único responsável pelos atrasos que eventualmente se verifiquem, não podendo por isso considerar-se tempestivamente apresentados os documentos que dêem entrada depois da data e hora limites referidas no número 6.1, ainda que o invólucro que os contenha tenha sido expedido anteriormente.

7 Júri

O Júri do Prémio Torneiras CTESI - 2016 será constituído por:

  • Manuel Graça Dias, Arquitecto – indicado pela Ordem dos Arquitectos;
  • Rita Filipe, designer – indicada pela Ordem dos Arquitectos;
  • Representante da B&M.

8 Critérios de Apreciação

8.1 O Júri apreciará as várias propostas tendo, por critérios principais, a inovação, em termos de design, e a exequibilidade da produção.

8.2 Mais do que um projecto de série fechado, procurará premiar, sobretudo, uma autoria à qual reconheça potencialidades de poder vir a trabalhar com os seus serviços de concepção e desenvolvimento industrial, no sentido da eventual necessidade de aperfeiçoamento e adaptação da proposta às realidades de fabrico.

9 Prémio

9.1 O Júri atribuirá o Prémio Torneiras CTESI - 2016, à série que entender melhor atingir os critérios definidos, reservando-se o direito de não escolher nenhuma das propostas, caso venha a verificar que os referidos critérios não foram cumpridos.

9.2 O Júri poderá, ainda, indicar outras propostas que considere merecedoras de Menção Honrosa, até um total de três.

9.3 O Prémio Torneiras CTESI - 2016 terá o valor pecuniário de 4 000,00 € (quatro mil euros)2, correspondente à aquisição, por parte do Grupo B&M, ao Autor do original da série premiada, da totalidade do conteúdo patrimonial do direito de autor de forma definitiva, nos termos do art.º 44 do código do direito de autor e direitos conexos. Compreende, ainda, o acompanhamento, por parte do Autor, do Gabinete Técnico da B&M, no decurso de um eventual processo de alterações que se venha a mostrar necessário para adaptação da proposta à produção industrial.

Para as propostas merecedoras da Menção Honrosa, o Prémio Torneiras CTESI - 2016, não está previsto nenhum Prémio pecuniário; em todo o caso, se a B&M vier a entender que, uma ou mais das eventuais Menções apontadas pelo Júri, possui potencialidades de vir a ser produzida e comercializada será, posteriormente, negociada com os respectivos Autores a aquisição desse direito.

10 Calendário

O calendário para o TORNEIRAS CTESI Prémio 2016 é o seguinte:

15 de Março a 31 de Maio Visitas à Fábrica
03 de Junho Data limite para correio postal registado
06 a 07 de Junho Reuniões do Júri
22 de Junho Anúncio público dos resultados
Outubro (dia a designar) Apresentação de protótipo no Porto / Exposição dos trabalhos premiados
11 Informações Adicionais

Será disponibilizado no site da Ordem dos Arquitectos um documento pdf elucidativo, quer do modo de funcionamento deste tipo de mecanismos quer dos três tipos de produção/fabrico a que habitualmente recorre (moldagem, maquinagem ou misto).

Está também prevista a possibilidade de visitas à Unidade de Produção de torneiras e acessórios metálicos do Grupo, sediada em Óbidos, através de marcação prévia, para todos os interessados a quem possam subsistir dúvidas ou para aqueles que, simplesmente, tenham gosto e interesse em observar mais de perto o desenrolar do processo produtivo.


Notas

1. Este Prémio destina-se exclusivamente a Arquitectos e Designers. Como tal, em caso de nas equipas, existirem colaboradores estes devem ser referidos na "ficha", sendo no entanto obrigatório que pelo menos o Coordenador de Projecto seja um Arquitecto inscrito na respectiva Ordem Profissional ou um Designer diplomado por uma Escola de Design (em Portugal ou no estrangeiro); será o Coordenador de Projecto, quer para efeitos de entrega do prémio, quer para efeitos da prossecução do objectivo final (produção e posterior introdução no mercado da colecção premiada em 2016), que representará a equipa, sendo o interlocutor privilegiado nos futuros contactos com o Grupo B&M.

2. Valor a que acrescerá o IVA à taxa legal em vigor.

Prémio CTESI