carta do presidente aos membros da OA
Casa das Artes . Vila Nova de Famalicão
CARTA AOS MEMBROS DA ORDEM DOS ARQUITECTOS
27.10.2009
Caras arquitectas
e caros arquitectos,

Serve a presente carta para convidar todos os membros da Ordem dos Arquitectos a inscrever-se e a participar no 12º Congresso dos Arquitectos, que decorrerá nos próximos dias 10, 11 e 12 de Dezembro, em Vila Nova de Famalicão, sob o tema Arquitectura para Todos: uma Política Pública de Arquitectura para Portugal.
O 12º Congresso, abrindo a OA ao País, pretende ser um momento único de participação associativa e de reflexão conjunta, cujas conclusões se esperam fundamentais para o futuro da Arquitectura e do exercício profissional dos arquitectos em Portugal.
De igual modo, o 12º Congresso pretende ser um momento importante para aceder ao conhecimento de matérias e ouvir peritos e especialistas que decerto enriquecerão o nosso saber como arquitectos.
E, por fim, o 12º Congresso pretende ser um momento especial de partilha e de confraternização entre arquitectos de todo o País. Arquitectos que trabalham em domínios distintos e nos mais diversos actos próprios da nossa profissão.

A ambição do 12º Congresso - implementada a nova Lei 31/2009 que revoga o Decreto 73/73 - decorre da procura em concretizar um dos objectivos centrais que há muito a OA perfila: a criação e implementação de uma Política Pública de Arquitectura em Portugal.
Ora, esta Política não é redundante, bem pelo contrário. Trata-se de continuar o Direito à Arquitectura, ou melhor, de procurar que a Arquitectura seja mais acessível a todas as pessoas.

Por isso, uma Política Pública de Arquitectura visa promover a Arquitectura como recurso para qualidade e sustentabilidade do ambiente construído, para a qualidade de vida dos cidadãos, para afirmação cultural e para o desempenho da economia, dando particular relevância à participação das comunidades, à educação pela arquitectura, à criatividade e património arquitectónico, e à melhoria do exercício profissional dos arquitectos.
Para isso, esta Política, para além da definição de grandes princípios e objectivos, é sempre precisada num programa detalhado de medidas e acções, com metas temporais concretas.

O 12º Congresso, no quadro das suas sessões de trabalho, pretende assim contribuir para a definição desta Política em Portugal.
Tal contributo afigura-se estratégico e fundamental, em particular quando Portugal é um dos poucos países da União Europeia sem Política de Arquitectura e quando o Governo, pela primeira vez, assumiu o compromisso de implementá-la, designadamente no quadro do recente Grupo de Trabalho sobre Política de Arquitectura e Paisagem, no qual a OA participa.
Esta oportunidade deve ser amplamente aproveitada.

Assim sendo, reitero o convite a todos os membros da Ordem dos Arquitectos a inscreverem-se no 12º Congresso dos Arquitectos e, tanto quanto possível, a participar nas respectivas sessões de trabalho.


Grato pela atenção dispensada, envio a todos os meus melhores cumprimentos.

João Belo Rodeia
Presidente da Ordem dos Arquitectos




Para mais informações sobre o 12º Congresso, por favor clique aqui.
Para aceder à ficha e condições de inscrição, por favor clique aqui.

Subscrever E-Newsletter



 

TSF

JA

JA PDF

Newsletter JA

mais

 

OBO
OA
OASRN OASRS HABITAR PORTUGAL IAP20 OAPIX CONHECER 1(-)1 CONGRESSO DOS ARQUITECTOS PORTAL DOS ARQUITECTOS
CAE CIALP DoCoMoMo FEPA UIA