outros prémios internacionais
-
Seis portugueses premiados na VIII Bienal Iberoamericana de Arquitectura
18.05.2012
O júri da VIII Bienal Iberoamericana de Arquitectura e Urbanismo (BIAU), promovida pelo Ministério do Fomento espanhol, já anunciou as 26 obras arquitectónicas e de desenvolvimento urbano que considera serem as melhores da América Latina, Portugal e Espanha dos últimos dois anos.

Entre as obras distinguidas estão cinco espanholas, seis portuguesas, três brasileiras, três mexicanas, duas argentinas, duas colombianas, duas paraguaias, uma chilena, uma equatoriana e outra venezuelana.

As obras portuguesas distinguidas referem-se a projectos dos arquitectos Francisco Aires Mateus e Manuel Aires Mateus (Residências Assistidas de Alcácer do Sal), Ana Cristina Alves Guedes e Francisco Castello Branco Vieira de Campos (Estações do Teleférico da zona histórica de Vila Nova de Gaia), João Luís Carrilho da Graça, António Adão da Fonseca e Carlos Quinaz (Ponte Pedonal sobre a Ribeira da Carpinteira), João Mendes Ribeiro (Reabilitação da Casa do Arco), Maria Manuel Oliveira e CE.EAUM, Arquitectura (Reabilitação Urbana da Praça do Toural) e Ricardo Bak Gordon (Duas casas em Santa Isabel).

Recorde-se que a Comissária portuguesa para esta edição da BIAU foi a arquitecta Inês Lobo.

A selecção final de todos os 26 projectos inclui, entre outros, casas tanto unifamiliares como colectivas, públicas e privadas, equipamentos desportivos, educativos e recreativos, espaços museológicos, intervenções de reabilitação de edifícios obsoletos e em desuso, intervenções de renovação urbana e um hotel-restaurante.
As obras escolhidos foram seleccionadas de um universo de 152 propostas que, por sua vez, foram previamente eleitas por 22 países que participam na BIAU.

Para além das obras de arquitectura, a BIAU premiou também, três livros, três publicações periódicas e um programa de rádio na categoria de publicações, a que se candidataram 230 propostas. Portugal viu-se distinguido na categoria de Publicações Periódicas com os Cadernos d'Obra CdO-SbO Sebentas d'Obra da Universidade do Porto.

Finalmente, a BIAU premiou ainda, no âmbito das 72 propostas de trabalhos de investigação no âmbito da arquitectura e do urbanismo, a tese académica "Formas e desígnios do espaço público na cidade contemporânea O projecto do espaço público na construção da cidade: casos portugueses" de João Rodrigo Parreira Coelho, ex-aequo com um trabalho venezuelano.

Do júri das obras de arquitectura fez parte o arquitecto português João Álvaro Rocha, para além dos arquitectos Mauricio Rocha (México), Carla Juaçaba (Brasil), Carlos Jiménez (Costa Rica), Carlos Niño Murcia (Colombia), e Carme Pinós e José Ignacio Linazasoro (Espanha).

As obras, publicações e trabalhos de investigação vencedores integram o Panorama Iberoamericano desta BIAU e vão integrar o catálogo e a Exposição da Bienal, que se celebra em Cádiz, de 10 a 14 de Setembro 2012.

Lista integral dos premiados aqui.

Subscrever E-Newsletter



 

TSF

JA

Newsletter JA

mais

 

TERÇAS TÉCNICAS
OA
OASRN OASRS HABITAR PORTUGAL IAP20 OAPIX CONHECER 1(-)1 CONGRESSO DOS ARQUITECTOS PORTAL DOS ARQUITECTOS
CAE CIALP DoCoMoMo FEPA UIA